sexta-feira, 18 de julho de 2008

"Latinidades: uma nação, dois países e sete artes"



No próximo dia 24 de julho, às 19h, a Embaixada da Venezuela e o

Fotoclube f/508 inauguram a exposição binacional de fotografia

"Latinidades: uma nação, dois países e sete artes"

Por motivo da celebração dos 225 anos do nascimento do Libertador Simón Bolívar, a Embaixada da República da Venezuela e o Fotoclube f/508 inauguram no próximo dia 24 de julho o projeto cultural binacional "Latinidades: uma nação, dois países e sete artes". Ainda que o objetivo dos participantes foi dar vida a sete artes clássicas (literatura, pintura, música, escultura, teatro, cinema e dança), a mostra fotográfica aspira a compreensão de uma América Latina conjunta, unida e irmanada nas suas manifestações culturais.

Quatorze fotógrafos (sete venezuelanos, seis brasileiros e um representante do cruzamento - um venezuelano que mora no Brasil), conformam a coletiva. Segundo palavras do Embaixador da República Bolivariana da Venezuela, Julio García Montoya, a exposição é "uma inteligente maneira de situar a arte fotográfica no centro da luta por esse ideal de união sul-americana que parte da valorização dos povos e de suas particularidades culturais". Vale ressaltar que os fotógrafos brasileiros que participam estão radicados, todos, em Brasília (DF). E os venezuelanos habitam, todos, na cidade de Maracaibo (Zulia). Isto significa que em ambos os casos se resolveu trabalhar com novos talentos da fotografia.

Coordenados pelo fotógrafo Humberto Lemos (curador do lado brasileiro), Janaína Miranda, Flora Egécia, Gabriela Freitas, Rodrigo Dalcin, Rodrigo de Oliveira, Viviane Dománico e Nelson González Leal oferecem seu parecer a partir da capital do Brasil. Coordenados pelo fotógrafo Audio Cepeda (curador do lado venezuelano) , Adriana Fernández, Ana María Otero, Marianela Díaz, Ramón Castillo, Ernesto Acosta, Fernando Bracho e Mireya Ferrer brindam sua visão a partir da capital do estado de Zulia.

Temas como o barroco de Aleijadinho, a estética da fome de Glauber Rocha, a preocupação plástica e crítica de Candido Portinari, o mosaico racial de Machado de Assis, o samba de Noel Rosa, a dramaturgia de Nelson Rodríguez, os movimentos do Maculelê; e outros como a escultura que nasce da terra, o passo furtivo duma dançarina, uma femme fatale que pinta, a batida afro-venezuelana de Juan Luis Martínez, o drama representado na mise em scène das estatuas-viventes, a foto-fixa dum filme e um Santo Antônio homenageado numa biblioteca particular, são alguns dos temas que os espectadores poderão apreciar. São, em definitivo, quatorze novos talentos que não se devem perder de vista.

A Embaixada da Venezuela - em cujo salão as obras permanecerão até 7 de agosto - está situada no Setor de Embaixadas Sul, Avenida das Nações, quadra 803, lote 13, Brasília. O horário de visitas será das 9h às 12h, e de 15h às 17h. As visitas monitoradas podem ser agendadas pelo número 3347.3985, entre as 14h e as 19h. Para informação geral e entrevistas, entrar em contato pelo número 3347.3985, pelo email: fotoclubef508@ gmail.com, ou pelo site: www.fotoclubef508. com

Sobre o Fotoclube f/508

O Fotoclube f/508, fundado em julho de 2005 no Espaço Cultural Renato Russo – 508 sul, leva esse nome em homenagem à sua primeira sede. Idealizado por Humberto Lemos, fotógrafo e professor de fotografia, o clube tem por objetivo desenvolver projetos na área de fotografia, antropologia visual, arte contemporânea, bem como incentivar os participantes à pesquisa da linguagem.

Desde sua criação, o f/508 passou por diversas fases, tendo consolidado seu trabalho fundamentalmente a partir do Projeto Retratando com Alma, desenvolvido com deficientes visuais. O projeto teve apoio da Secretaria de Estado de Cultura do DF, foi exposto na Biblioteca Central da Universidade de Brasília e obteve ampla mídia nacional.

Além do projeto citado, o Fotoclube f/508 está desenvolvendo o Projeto Libertas no CAJE de Brasília e a mostra binacional Latinidades: uma nação, dois países e sete artes, em parceria com a Embaixada da Venezuela. No ano de 2007 editou os livros Ensaios Um, o qual foi exposto no Foto Arte 2007 e Coletivo 2007, coletânea de alunos do f/508. Promoveu ainda o Prêmio Internacional de Geometria na Fotografia e intervenções pela cidade com o apoio da UNE.

Atualmente as propostas são orientadas em torno de um intercâmbio cultural com a América Latina, porém sem deixar de incorporar as dimensões locais. Situado em Brasília, é instrumento de promoção da fotografia realizada por novos talentos da cidade.

MAIS INFORMAÇÕES:

E-mail: fotoclubef508@ gmail.com

Site : www.fotoclubef508. com