sábado, 20 de dezembro de 2008

Henri Cartier-Bresson

A primeira câmera Leica de Henri Cartier-Bresson

Henri Cartier-Bresson (22 de agosto de 1908, Chanteloup-en-Brie, Seine-et-Marne, França — 2 de agosto de 2004, Cereste, Vaucluse, França) foi um dos mais importantes fotógrafos do século XX, considerado por muitos como o pai do fotojornalismo.

Cartier-Bresson era filho de pais de uma classe média (família de industriais têxteis), relativamente abastada. Quando criança, ganhou uma câmera fotográfica Box Brownie, com a qual produziu inúmeros instantâneos. Sua obsessão pelas imagens levou-o a testar uma câmera de filme 35mm. Além disto, Bresson também pintava e foi para Paris estudar artes em um estúdio.

Em 1931, aos 22 anos, Cartier-Bresson viajou à África, onde passou um ano como caçador. Porém, uma doença tropical obrigou-o a retornar à França. Foi neste período, durante uma viagem a Marselha, que ele descobriu verdadeiramente a fotografia, inspirado por uma fotografia do húngaro Martin Munkacsi, publicada na revista Photographies (1931), mostrando três rapazes negros a correr em direção ao mar, no Congo.
A primeira câmera Leica de Henri Cartier-Bresson

Quando eclodiu a Segunda Guerra Mundial, Bresson serviu o exército francês. Durante a invasão alemã, Bresson foi capturado e levado para um campo de prisioneiros de guerra. Tentou por duas vezes escapar e somente na terceira obteve sucesso. Juntou-se à Resistência Francesa em sua guerrilha pela liberdade.

Quando a paz se restabeleceu, Cartier-Bresson, em 1947, fundou a agência fotográfica Magnum junto com Bill Vandivert, Robert Capa, George Rodger e David Seymour "Chim". Começou também o período de desenvolvimento sofisticado de seu trabalho.

Revistas como a Life, Vogue e Harper's Bazaar contrataram-no para viajar o mundo e registrar imagens únicas. Da Europa aos Estados Unidos da América, da Índia à China, Bresson dava o seu ponto de vista especialíssimo.

Tornou-se também o primeiro fotógrafo da Europa Ocidental a registrar a vida na União Soviética de maneira livre. Fotografou os últimos dias de Gandhi e os eunucos imperiais chineses, logo após a Revolução Cultural.

Na década de 1950, vários livros com seus trabalhos foram lançados, sendo o mais importante deles "Images à la Sauvette", publicado em inglês sob o título "The Decisive Moment" (1952). Em 1960, uma megaexposição com quatrocentos trabalhos rodou os Estados Unidos em uma homenagem ao nome forte da fotografia.

FONTE: Wikipédia

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Best Blogs Brazil

O prêmio Best Blogs Brazil ( http://www.bestblogsbrazil.com/2008/ ), que escolhe os melhores blogs brasileiros do ano, está em fase de indicações.
Para indicar seus blogs preferidos: http://www.bestblogsbrazil.com/2008/node/2

Se você curte esse meu humilde blog e quer dar uma forcinha, indique para a categoria artes e cultura! ;)


Beijo da Ma

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Fototalentos'09

Até o próximo dia 5 de dezembro você pode enviar suas fotos para participar da 2ª edição do Fototalentos, concurso de fotografia on-line promovido pela Fundação Banco Santander com a colaboração do Universia. Ou pode, também, votar em sua foto favorita até o dia 12 de dezembro.

Para participar do Fototalentos'09, os interessados precisam se cadastrar no site www.fototalentos.com, e divulgar suas fotos. Como novidade desta segunda edição, foram incorporadas às categorias existentes (Sustentabilidade, Educação e Convivência), duas novas (Igualdade e Saúde). Os participantes podem enviar apenas uma foto por categoria.

Podem concorrer todos os membros da comunidade universitária: estudantes, professores, pesquisadores ou profissionais administrativos de instituições de Ensino Superior Ibero-americanas.

Como na edição anterior, as votações da primeira fase acontecerão unicamente de forma online e a seleção das 24 melhores fotografias de cada categoria será por votação popular. Estas obras serão expostas em campus de diferentes universidades espanholas.

O corpo de jurados, composto por Javier Aguado, diretor-gerente da Fundación Banco Santander; Oliva María Rubio, diretora de exposições da La Fábrica; e o fotógrafo Ángel Marcos, escolherá as fotografias finalistas e os 3 vencedores do concursos. O autor da fotografia vencedora em primeiro lugar receberá 5.000 euros e terá sua obra impressa com qualidade profissional. O segundo e terceiro lugar receberão um prêmio de 2.000 euros cada.

Os vencedores serão anunciados durante a semana de 15 a 19 de dezembro de 2008 e as fotos finalistas serão expostas na Ciudad Financiera de Boadilla del Monte durante o mês de junho de 2009.

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Impressões Fotogramáticas


O Fotoclube f/508 receberá no dia 29 de novembro o fotojornalista Anderson Schneider para um bate-papo. O encontro faz parte do projeto Impressões fotogramáticas, que já recebeu o cineasta Sérgio Moriconi, os grupos Ladrões de Alma e Etnofoco, os fotógrafos Gervásio Baptista, Beto Rocha e Duda Bentes, além do colunista do Portal Photos Uol e criador do site Câmara Obscura, Rodrigo F. Pereira.

.
.
Local: Auditório do Instituto de Artes Visuais/UnB

Horário: Sábado, 29 de novembro, às 15h00
Realização: Fotoclube f/508
Apoio: IdA/VIS UnB
.

+ Sobre Schneider:

Anderson Schneider é fotógrafo independente e tem seu trabalho internacionalmente distribuído pelas agências World Picture News, de Nova Iorque, e Grazia Neri, de Milão. Trabalhando por conta própria, bem como para jornais, revistas e organizações internacionais, o fotógrafo é movido pela forte crença de que uma câmera, uma fotografia e uma página impressa têm o poder de tornar o mundo mais real. Schneider já foi por três vezes nomeado finalista do prestigioso W. Eugene Smith Grant (Estados Unidos, 2006, 2007 e 2008), recebeu o Prêmio Especial de Fotografia Humanitária da IV Bienal de Fotografia de Pleven (Bulgária, 2005) e a Bolsa Funarte de Estímulo à Criação Artística (Brasil, 2008), além de contar com duas premiações no NPPA Best of Photojournalism (EUA, 2005 e 2007). Suas imagens participam regularmente de mostras e festivais internacionais de fotografia, já tendo sido expostas em Brasília, São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Nova Iorque, Madrid, Gijón, Perpignan, Paris, Florença, Pleven, Hannover e Shenyang. Com 34 anos de idade, Anderson vive em Brasília com sua esposa Adriana e sua recém-nascida filha Anna.

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Lavazza Calendar 2009

O famoso calendário conta com a colaboração do fotógrafo Annie Leibovitz na edição de 2009. Vale o click.

Tales of the unexpected

Ensaio para a Vogue UK, baseado nas obras de Tim Burton, e com a presença do próprio.
Vale o click.
(em inglês)

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Curiosidade




Fotos de Hiroshima logo depois da bomba atômica, clicadas em 1945 por uma Physical Damage Division que tinha ido lá justamente para avaliar de perto os danos que podia causar uma bomba de tal porte.
Foram descobertas em 2000 em Watertown, Massachusetts e finalmente vendidas em 2006 para o International Center of Photography.

Dica de link enviada pela fofa da Ju! ;)

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Punctum

A Vida de Carmen, por Gui Galembeck

No Punctum você pode ver uma apresentação de slides de um conjunto de fotos que contam uma história real. Vale o click.

"
Punctum quer mostrar uma fotografia que possa ser a gota d'água.

São experiências fotográficas, em luz e palavras, que contribuem para uma maior reflexão sobre o papel da imagem diante do homem e como se constrói essa relação de troca. Cada idéia é um acontecimento que não termina em si, que pretende desagüar sua força naqueles que o recebem com um olhar de ruptura e intensidade. Um mundo além do mundo, que se estende ao tempo eternamente presente.

A organização de Punctum é feita por Arthur Monteiro, Armando Salmito, Henry Macário e Isabela Lyrio.
"

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

The Ones We Love

Desde os séculos passados, o amor, a felicidade e a tristeza inspiram artistas e têm nos proporcionado obras maravilhosas.
Achei por acaso um site muito bacana onde fotógrafos, na maioria amadores, podem homenagear aqueles que mais amam postando fotos. Cada galeria é antecedida por uma pequena nota biográfica sobre o fotógrafo. Fiquei com vontade de mandar fotos da minha filhota! ;)
Vale o click.

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Livro: "Retratos Falantes" de Paulo Fridman



Munido de uma câmera e folhas de papel em branco, o fotógrafo Paulo Fridman - exímio retratista prestigiado nacional e internacionalmente -, partiu para um de seus trabalhos autorais. Com uma espécie de estúdio ambulante, começou a fotografar pessoas nas ruas, pedindo que elas respondessem, nas folhas em branco, a três perguntas: Quem é você? O que você pensa do futuro do Brasil? Qual é o seu sonho?

No primeiro dia desta experiência, que começou em 1999, na Vila Madalena e no Largo da Batata, em São Paulo, uma velhinha que catava latas na rua topou fazer parte do trabalho. Surpreendentemente respondeu às três questões em um bom português e identificou-se: Maria..., ex-professora e advogada. Neste momento Fridman percebeu que tinha começado um projeto de vida.
Retratos Falantes, obra em aberto que o fotógrafo realiza há nove anos, ganha agora versão em livro editado pela DBA, com texto de Arnaldo Antunes e projeto gráfico do artista Artur Lescher. A publicação reúne cerca de 70 dos 300 personagens colecionados pelo fotógrafo, de 1999 a 2008. Composições de retratos e textos ou desenhos, contendo as respostas das três questões colocadas, transformam fisionomias anônimas e registros de seus respectivos desejos em poemas visuais.
Como indaga Antunes: se uma imagem vale mil palavras, o que vale a palavra quando também se torna uma imagem? "A manuscrita presentifica as palavras em realidades icônicas que, dispostas sobre os rostos, acentua o desvelamento de cada uma dessas pessoas", afirma o músico e poeta. Em seu texto ele chama atenção para a inocência com que as pessoas se entregam às lentes de Fridman, ressaltando a beleza como elemento da verdade.
"No começo eu criava as composições no laboratório, artesanalmente, uma experiência que foi importante para trilhar uma concepção plástica, ao lado do caráter social que eu queria alcançar com este projeto", explica Fridman. O fotógrafo, que continua a trabalhar em diferentes regiões de São Paulo e também em outras cidades, reuniu muito de suas "imagens depoimentos" em épocas de eleições. "Estas perguntas costumam ficar candentes nas cabeças das pessoas nestas épocas férteis para questionamentos", afirma.
Esta série, que já nasceu premiada no concurso Brasil na Virada do Século, em 2000, foi finalista do Adobe Digital Context e faz parte dos acervos da Library of Congress em Washington, e do MAM-SP, foi também exibida na Pinacoteca do Estado de São Paulo, em recorte com curadoria de Diógenes Moura, em 2004.
Retratos Falantes

Paulo Fridman
Fonte: Ímã Galeria

Brasileiro dirige fotografia de Noites de Tormenta

Pouca gente sabe, mas o brasileiro Affonso Beato é o diretor de fotografia do filme Noites de Tormenta, em cartaz nos cinemas brasileiros e estrelado por Richard Gere e Diane Lane. Este carioca de 67 anos iniciou a carreira em O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro(1969), de Glauber Rocha.

Radicado em Los Angeles, Beato começou carreira internacional há mais de três décadas e inclui trabalhos em filmes como Carne Trêmula (1997) e Tudo Sobre Minha Mãe (1999), ambos de Pedro Almodóvar, Água Negra (2005), de Walter Salles, e A Rainha (2006), de Stephen Frears, que deu o Oscar de Melhor Atriz a Helen Mirren.

Beato também assina ainda a fotografia de O Amor nos Tempos do Cólera (2007), de Mike Newel, baseado no livro homônimo do colombiano Gabriel García Márquez.

Fonte: BR Press

domingo, 19 de outubro de 2008

Programa Nacional de Bolsas da Funarte

Projetos de criação fotográfica podem participar da seleção

Foi prorrogado até o dia 20 de outubro o prazo das inscrições para a seleção de projetos do Programa Nacional de Bolsas da Funarte, que distribuirá cem bolsas de R$ 30 mil à artistas, críticos e outros profissionais das artes em todo território brasileiro.

O programa viabiliza a produção de obras e estudos em artes visuais, música, artes cênicas e literatura. A categoria de Estímulo à criação artística também envolve a área de fotografia e irá conceder duas bolsas para cada região do país para o desenvolvimento de projetos de criação fotográfica individual, resultando em ações, obras ou processos inéditos para apresentação ou exposição pública.

Para se inscrever é preciso enviar o projeto à Funarte, acompanhado de currículo e ficha de inscrição, somente pelos correios no endereço: Rua da Imprensa, 16 – 6º andar – Castelo
Rio de Janeiro – RJ, CEP 20030-120. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail: bolsafotografia@funarte.gov.br

A Pop Art de Cisco Vasques


Músico, maquiador e fotógrafo.

" Acredito ser possível ampliar bastante esse horizonte do imaginável,
da criação da relação trabalho × prazer, fazer o que gosta
e não o que as tendências empurram.

Penso que o eixo é convergente de fato,
pelas estruturas humanas que aprendemos a ser.

Ideal seria criar um novo vocabulário, novas palavras,
para substituir aquelas que não mais definem nossos fazeres e labores.

Aparentemente simples, mas profundamente filosófico e posicionado...

...só porque
não somos produtos do sistema, porque somos o próprio sistema...
...e sendo assim podemos recriá-lo de forma mais instigante, provocante e
sanguínea."


Cisco Vasques

Bienal Argentina de Fotografia

Foto: Guy Veloso


Os fotógrafos Milla Jung e Guy Veloso representam o Brasil na 3º Bienal Argentina de Fotografia Documental, realizado na cidade de São Miguel de Tucumán, até 9 de novembro.

Para saber mais: www.fotobienal.com.ar

sábado, 18 de outubro de 2008

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Picasso e a Fotografia

Em junho de 1994 aconteceu em Paris a mostra Picasso Photographie 1901-1916, a primeira de uma série de três exposições nas quais o Musée National Picasso explorava a relação do artista com a fotografia. As imagens selecionadas para essa exposição demonstravam dados de interesse sobre seu método de trabalho, porém não evidenciavam uma vontade de expressão específica. Seria provavelmente mais tarde, através de sua amizade com Brassaï e Dora Maar, que Picasso começou a tomar mais seriamente a fotografia como meio de criação. Veja alguma fotos da série Diurnes (1962), realizada em parceria com o fotógrafo francês André Villiers. Fonte: Zone Zero

Richard Avedon Performance

Seleção de fotos inéditas de Richard Avedon, que estarão no livro “Richard Avedon Performance“, que deverá ser lançado neste mês. No New Yorker.

Estúdio Brasil Domination 2008




Mais informações no site.

terça-feira, 23 de setembro de 2008

www.maisacoutinho.com

Finalmente de cara nova!
Afinal, casa de ferreiro... ;)
Acesse!

Aviso: Meu site está de cara nova! Porém pesadinho, já que coloquei as fotos bem grandes!
Estou estudando uma forma de fazer o preloader do flash carregar cada frame, e não o swf externo inteiro... Alguém dá uma dica?

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Hitchcock Classics

A revista Vanity Fair convidou atrizes e atores famosos do mundo Hollywoodiano e publicou um portfólio bacana, recriando cenas icônicas de Alfred Hitchcock. No site você pode comparar a cena original com a foto e ainda assistir ao vídeo do making of. Ficou FERA! (em inglês)

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Jalapão



Essa é a primeira vez que publico no blog um trabalho de minha autoria. Fiz uma viagem bacana ao Jalapão.

Localizado no leste de Tocantins, é um verdadeiro oásis perdido no meio do cerrado. Seu nome se origina de uma planta muito comum da região: a erva jalapa-do-brasil.

Uma viagem para quem gosta de mato! ;) A estrada é ruim, o calor é grande e as mutucas são ninjas (mosquito que não respeita repelente... rs).

Existem inúmeras atrações naturais como a Gruta de Suçuapara, a Cacheira da Velha, Rafting no Rio Novo, a Cachoeira da Formiga, as dunas de até 40 m e o Fervedouro, um poço de águas borbulhantes onde é impossível afundar.

Para quem quer fazer a viagem, visite: www.korubo.com.br . Eles têm um camping com uma estrutura maravilhosa e os funcionários são gente da melhor espécie. ;)

Perceber uma paisagem é criar uma composição com os seus elementos, numa luz que lhe empresta relevo, brilho e clima. O olhar de cada um realça diferentes aspectos e detalhes.
A história da paisagem e sua leitura dizem-nos o que temos para registrar e emprestam significado e importância às imagens.

Veja mais fotos no meu flickr, na pasta “travel”: www.flickr.com/maisacoutinho .

Um pequeno guia de sites

Alguns links para quem quer pesquisar preço de equipamentos e câmeras.
Lembrando que eu não me responsabilizo por nada publicado nesses sites! ;)

>> Recreio Digital
>> Lumatek Iluminação
>> Brazil Import
>> Monte Carlo
>> Consigo
>> Outex
>> Mako
>> AngelFoto
>> PhotoVision
>> Photo Camara DHM
>> Na Pety
>> PhotoZoom
>> Netunia
>> Bella Photo
>> Atek

Photo-Eye Magazine



sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Projeto Libertas | CAJE/DF Jovens em conflito com a lei

Fotografia :Humberto Lemos

O Fotoclube F/508 realizou, durante os meses de maio, junho e julho de 2008, um projeto de inclusão visual com os internos. Muito interessante, vale o click.

"O projeto "Libertas| CAJE" pode ser entendido como benefício para a comunidade, feito por ela e para ela. A câmera pode dar “voz” aos alunos, para se comunicar com o mundo por um processo coletivo e democrático. O resultado fotográfico revela olhares sensíveis, longe da violência estigmatizada pela mídia."

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Picnik



Uma boa dica para quem não sabe mexer no photoshop: um site onde você pode editar fotos de maneira rápida e fácil. E o melhor: "conversa" direitinho com o seu flickr!
Dica enviada pelo Zoca! ;)

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Prêmio Travel Photograph 2008



Se você adora viajar e carrega a câmera por onde vai, mande algumas de suas imagens mais interessantes para a competição Travel Photographer of The Year 2008 (TPOTY) e comece a arrumar as malas.
A competição está em seu sexto ano de existência e aceita candidatos de qualquer parte do mundo. Os vencedores e outros fotógrafos que receberem notas altas terão suas imagens publicadas no novo livro do Travel Photographer of The Year, Journey Three. A data de encerramento da competição é 9 de setembro. Confira as taxas de participação e outras informações no site www.tpoty.com (em inglês).

Andrzej Dragan



Forte, dramático, intenso... e claro, polêmico.
Vale a pena conferir!

sexta-feira, 18 de julho de 2008

"Latinidades: uma nação, dois países e sete artes"



No próximo dia 24 de julho, às 19h, a Embaixada da Venezuela e o

Fotoclube f/508 inauguram a exposição binacional de fotografia

"Latinidades: uma nação, dois países e sete artes"

Por motivo da celebração dos 225 anos do nascimento do Libertador Simón Bolívar, a Embaixada da República da Venezuela e o Fotoclube f/508 inauguram no próximo dia 24 de julho o projeto cultural binacional "Latinidades: uma nação, dois países e sete artes". Ainda que o objetivo dos participantes foi dar vida a sete artes clássicas (literatura, pintura, música, escultura, teatro, cinema e dança), a mostra fotográfica aspira a compreensão de uma América Latina conjunta, unida e irmanada nas suas manifestações culturais.

Quatorze fotógrafos (sete venezuelanos, seis brasileiros e um representante do cruzamento - um venezuelano que mora no Brasil), conformam a coletiva. Segundo palavras do Embaixador da República Bolivariana da Venezuela, Julio García Montoya, a exposição é "uma inteligente maneira de situar a arte fotográfica no centro da luta por esse ideal de união sul-americana que parte da valorização dos povos e de suas particularidades culturais". Vale ressaltar que os fotógrafos brasileiros que participam estão radicados, todos, em Brasília (DF). E os venezuelanos habitam, todos, na cidade de Maracaibo (Zulia). Isto significa que em ambos os casos se resolveu trabalhar com novos talentos da fotografia.

Coordenados pelo fotógrafo Humberto Lemos (curador do lado brasileiro), Janaína Miranda, Flora Egécia, Gabriela Freitas, Rodrigo Dalcin, Rodrigo de Oliveira, Viviane Dománico e Nelson González Leal oferecem seu parecer a partir da capital do Brasil. Coordenados pelo fotógrafo Audio Cepeda (curador do lado venezuelano) , Adriana Fernández, Ana María Otero, Marianela Díaz, Ramón Castillo, Ernesto Acosta, Fernando Bracho e Mireya Ferrer brindam sua visão a partir da capital do estado de Zulia.

Temas como o barroco de Aleijadinho, a estética da fome de Glauber Rocha, a preocupação plástica e crítica de Candido Portinari, o mosaico racial de Machado de Assis, o samba de Noel Rosa, a dramaturgia de Nelson Rodríguez, os movimentos do Maculelê; e outros como a escultura que nasce da terra, o passo furtivo duma dançarina, uma femme fatale que pinta, a batida afro-venezuelana de Juan Luis Martínez, o drama representado na mise em scène das estatuas-viventes, a foto-fixa dum filme e um Santo Antônio homenageado numa biblioteca particular, são alguns dos temas que os espectadores poderão apreciar. São, em definitivo, quatorze novos talentos que não se devem perder de vista.

A Embaixada da Venezuela - em cujo salão as obras permanecerão até 7 de agosto - está situada no Setor de Embaixadas Sul, Avenida das Nações, quadra 803, lote 13, Brasília. O horário de visitas será das 9h às 12h, e de 15h às 17h. As visitas monitoradas podem ser agendadas pelo número 3347.3985, entre as 14h e as 19h. Para informação geral e entrevistas, entrar em contato pelo número 3347.3985, pelo email: fotoclubef508@ gmail.com, ou pelo site: www.fotoclubef508. com

Sobre o Fotoclube f/508

O Fotoclube f/508, fundado em julho de 2005 no Espaço Cultural Renato Russo – 508 sul, leva esse nome em homenagem à sua primeira sede. Idealizado por Humberto Lemos, fotógrafo e professor de fotografia, o clube tem por objetivo desenvolver projetos na área de fotografia, antropologia visual, arte contemporânea, bem como incentivar os participantes à pesquisa da linguagem.

Desde sua criação, o f/508 passou por diversas fases, tendo consolidado seu trabalho fundamentalmente a partir do Projeto Retratando com Alma, desenvolvido com deficientes visuais. O projeto teve apoio da Secretaria de Estado de Cultura do DF, foi exposto na Biblioteca Central da Universidade de Brasília e obteve ampla mídia nacional.

Além do projeto citado, o Fotoclube f/508 está desenvolvendo o Projeto Libertas no CAJE de Brasília e a mostra binacional Latinidades: uma nação, dois países e sete artes, em parceria com a Embaixada da Venezuela. No ano de 2007 editou os livros Ensaios Um, o qual foi exposto no Foto Arte 2007 e Coletivo 2007, coletânea de alunos do f/508. Promoveu ainda o Prêmio Internacional de Geometria na Fotografia e intervenções pela cidade com o apoio da UNE.

Atualmente as propostas são orientadas em torno de um intercâmbio cultural com a América Latina, porém sem deixar de incorporar as dimensões locais. Situado em Brasília, é instrumento de promoção da fotografia realizada por novos talentos da cidade.

MAIS INFORMAÇÕES:

E-mail: fotoclubef508@ gmail.com

Site : www.fotoclubef508. com

segunda-feira, 30 de junho de 2008

Phone Sex por Phillip Toledano


Quem liga imagina estar falando com sua maior fantasia sexual, seja mineral, vegetal ou animal. A telefonista faz a sua parte.
Este é um livro do fotógrafo Phillip Todelano, que mostra, sem falso moralismo, a face de pessoas que estão atrás das linhas telefônicas de sexo.
O livro só estará disponível a partir de outubro de 2008.

quinta-feira, 19 de junho de 2008

Women in Photography



Há mais mulheres atuando na fotografia contemporânea do que em qualquer outro tempo.
Seus métodos, a escolha do tema, a linguagem visual e os processos percorrem toda gama de possibilidades artísticas. O que as une são a paixão pelo que fazem e o esforço em criar trabalhos maravilhosos.

Women in Photography é uma idéia de vitrine para mostrar esse trabalho. Um recurso para fotógrafos, editores, curadores, proprietários de galerias, e telespectadores para descobrir e apreciar os trabalhos de artistas do sexo feminino. O projecto destina-se a abrir um diálogo visual e criar um espaço para partilhar trabalho, apoio e idéias. Veja aqui. (em inglês) Curadoras: Amy Elkins e Cara Philips

segunda-feira, 16 de junho de 2008

Concurso National Geographic 2008



Cada candidato pode participar com até 6 imagens nas categorias gente, paisagem e animais.
O concurso vai até o dia 15 de outubro de 2008. Os prêmios são uma impressora Epson R1900 e uma máquina fotográfica da Olympus E-420. Os vencedores serão anunciados na edição da revista de Dezembro.
Veja mais informações no site da National Geographic.

sexta-feira, 13 de junho de 2008

IdeaFixa



Eu indico!
Revista eletrônica de Fotografia, Design e Arte. Por Alicia Ayala e Janara Lopes.
A publicação é bimestral e tem participação de artistas do mundo todo.
Veja aqui.

terça-feira, 3 de junho de 2008

The lure of the street

Photograph: Laurence Miller gallery, New York

Um excelente artigo sobre a história da fotografia urbana mas particularmente sobre a ascenção da fotografia ao escalão da arte. No Guardian.

quarta-feira, 21 de maio de 2008

The Plug


O que você faria se encontrasse o seguinte bilhete ao lado de uma câmera fotográfica presa em um banco de um local público?

"Boa tarde!
Eu prendi essa câmera no banco para que você pudesse tirar fotos. Divirta-se!
Eu voltarei mais tarde para pegar a câmera.
Com amor, Jay / The Plug"

Um cidadão americano fez isso na cidade de Atlanta.
As pessoas aceitaram a brincadeira e ao final do dia o filme todo havia sido usado.
As fotos foram reveladas e compartilhadas em um site.
Acesse: http://theplug.net/28/strangerphotos.htm

sexta-feira, 16 de maio de 2008

Kodak apresenta novo perfil de quem revela fotos

Uma pesquisa realizada em diversos países do mundo pela Info Trends, empresa líder mundial na área de pesquisas de mercado e consultoria estratégica para a indústria de imagens e documentos digitais, aponta uma nova tendência no mercado de fotografia. As pessoas voltaram a revelar fotos, incentivadas principalmente por mulheres. No Brasil, em média 15% das fotos produzidas são reveladas e 21% das pessoas imprimem as imagens menos de uma semana após tirá-las.

O estudo foi encomendado pela Kodak para ajudá-la a definir suas prioridades diante das mudanças rápidas provocadas pela popularização da fotografia digital.

De acordo com Marcio Daniel, diretor comercial da Kodak no Brasil, as mães são o principal público da revelação de fotos. "Elas são as mais preocupadas em preservar as imagens e a memória da família", diz. Entre os formatos de fotografia existentes, o papel, segundo Daniel, é "o único que provoca emoção".

Pode reparar que a pesquisa realmente capta uma tendência de comportamento bem visível em nosso cotidiano. Os homens adoram tirar fotos, mas, na hora de mostrá-las, são quase sempre aquela sua tia ou irmã as mais animadas em qualquer reunião da família. Difícil ver o primão reunindo o pessoal para destacar cada pose, careta ou gafe.

A maioria dos entrevistados (62%) diz que imprime as imagens para compartilhar com a família e os amigos; apenas 24% para emoldurar e decorar a casa. A vontade de "mostrar as fotos" influencia nada menos que 86% dos consumidores.

Segundo a pesquisa, apenas 11% das pessoas nunca revelam fotografias. Por revelar, claro, entenda-se imprimir. Nada disso quer dizer que o conceito digital acabou, muito pelo contrário.

Mudança de foco

A pesquisa traz informações que podem alterar a estratégia das empresas. A própria Kodak, cujo nome sempre esteve associado à fabricação de filmes fotográficos e passou por maus bocados com a explosão da fotografia digital, está redefinindo seus passos e planeja lançar novas câmeras de filme, quase descartáveis e muito baratas.

O investimento em equipamentos para revelação digital também deve crescer - e esperamos que torne a impressão mais barata do que é hoje.

De acordo com o diretor da Comunidade Mundial de Associações da Imagem (PMA), Roberto Ricci, a tendência é que as lojas de fotos se transformem em "lojas de imagem". Em dez anos, o número de pontos de vendas no País despencou de 8 mil para 5 mil. "As lojas demoraram para conhecer os produtos digitais." E esses produtos já estão se modificando novamente. As informações são do O Estado de S. Paulo

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Entrevista com Humberto Lemos

Idealizador do Fotoclube F/508, Humberto é fotógrafo e professor de fotografia.

1.Conte-nos um pouco sobre sua carreira e formação.

Sou publicitário de formação e fotógrafo por opção. Com a impossibilidade de fazer cinema fora do País (nos anos 70 o cinema era impraticável no Brasil) virei assistente de estúdio em uma empresa de publicidade no Rio de Janeiro, começando a minha carreira como fotógrafo.

2. Qual o foco do seu trabalho?

Hoje o meu trabalho é voltado para uma linha mais autoral, diferente do meu início na fotografia onde o foco era essencialmente a fotografia publicitária. Acredito que a tendência da fotografia autoral seja o suporte adequado para essa "nova era" digital, na qual a banalização da fotografia se faz presente.

3.Fale-nos sobre a oficina fotográfica para deficientes visuais " Retratando com a Alma".

(foto: Adalberto Rodrigues)

Partindo do trabalho e das idéias do fotógrafo cego esloveno-francês Evgen Bavcar que propõe a instigante discussão sobre uma construção do olhar na contemporaneidade e vivendo num contexto permeado por preconceitos, os deficientes visuais enfrentam os limites impostos por uma sociedade onde impera a cultura da aparência e da ditadura das imagens que os coloca à margem. Neste sentido, o projeto Retratando com Alma, realizado em 2005, justificou-se pela necessidade de refletir acerca das questões do olhar, de nossos preconceitos perante a cegueira e pela premência da inclusão dos deficientes visuais em nosso cotidiano. Além da possibilidade de resgate, para os participantes do projeto, da auto-estima, de suas memórias e da construção de suas identidades através da realização de fotografias.

O projeto possibilitou uma comunicação entre os cegos e nós videntes, comunicação esta de grande importância para que se perceba a inserção dos deficientes visuais na sociedade, suas vivências e seu olhar através das outras percepções que não a da visão retiniana.


4. Em quais projetos você trabalha atualmente?

(Foto: Gina Mantegna - Argentina)

Minha orientação atual segue com a internacionalização no mercado latino-americano do Fotoclube f/508 do qual sou o coordenador. Em outubro de 2007 organizamos nosso primeiro concurso internacional onde a geometria aplicada à fotografia foi o tema do projeto. Em parceria com 07 fotógrafos venezuelanos, realizaremos uma exposição binacional na qual o tema central será a representação das sete artes de cada País. Em nível pessoal, pretendo dar início ao projeto "Libertas", oficina fotográfica com internos do CAJE e no final do ano lançar um livro cujo tema será centrado em Bauhaus.

5.Qual o diferencial de sua escola?

Os cursos ministrados pelo Fotoclube f/508 tem seu diferencial pelo emprego da semiótica, da antropologia visual e nos conceitos Barthesianos. A escola não se preocupa somente com as questões técnicas inerentes a fotografia, mas também com as questões filosóficas que estão contidas nesta atividade.

6. Como é estudar fotografia em Brasília?

Brasília ainda é uma boa cidade para se praticar a fotografia de rua, diferente de minha terra natal, o Rio de Janeiro. A arquitetura impera e respira por todos os lados, porém, se o estudante de fotografia conseguir se desvincular desse padrão imposto, fugir dos "lugares-comuns" terá um resultado mais satisfatório.

Na UnB temos excelentes nomes voltados ao ensino da fotografia, tais como os integrantes do "Ladrões de Alma" Rinaldo Morelli, Marcelo Feijó e Suzana Dobal, e o professor Duda Bentes. Nosso orgulho é ser o curso referência fora do meio acadêmico.

7.Qual o lado chato da profissão? E o bom?

Com toda a certeza o lado chato da profissão do fotógrafo está no preço dos equipamentos e na concorrência sem ética praticada no mercado. Com o advento da fotografia digital, os aparelhos caem em "desuso" com uma rapidez impressionante, assim como o valor do serviço prestado, sobrando a máxima "Tostines": Cobro pouco por isso trabalho mais ou trabalho mais porque cobro pouco?

Se abrirmos por outro lado, toda a história da fotografia desde os tempos de Nipce, da FSA, Solomon e Magnum, entre outras referências do mesmo patamar, passando pela antropologia visual, lomografia, fotografia alternativa e fotografia experimental, até uma simples macro de um orvalho em uma pétala, saberemos porque é tão bom fotografar.

8.Qual o conselho para um jovem que deseja seguir essa profissão?

No momento que a linguagem digital assume um papel de extrema preponderância na fotografia, meu conselho a quem está começando na profissão é que entenda a filosofia e mecânica da fotografia analógica. Com essa base, o iniciante terá um estofo maior nas concepções e uso das diversas linguagens que a fotografia oferece.

9.O que é fotografia pra você?

A fotografia é definida universalmente como a escrita da luz. Para mim a fotografia é mais do que isso. Para mim a fotografia é nada mais e nada menos do que o ar que eu respiro.

10.Cite fontes de inspiração.

Aqueles que ainda terei o prazer de conhecer.

#10 Jean-Yves Lemoigne

Fotógrafo publicitário, ganhou o Cannes Lions Festival 2007 com a campanha dos jardins.
Website: http://www.jeanyveslemoigne.com/



terça-feira, 13 de maio de 2008

# 9 David Lachapelle

A temática de LaChapelle, além de única e polêmica, é de tal forma peculiar que é fácil reconhecer o seu trabalho em qualquer parte.
WebSite: http://www.davidlachapelle.com



# 8 Christophe Huet

Fotógrafo francês, trabalha em conjunto com outros fotógrafos para conseguir esse excelente resultado.
WebSite:http://www.christophehuet.com/



segunda-feira, 12 de maio de 2008

#7 Brian Walker

Artista digital contemporâneo, produz fotos que misturam realidade com fantasia.
WebSite: http://www.lickthesun.com